#WRG2015 - Simplesmente Ana

julho 31, 2015

HEEY!! Finalmente eu vim trazer uma resenha do meu projeto literário, bom para quem não sabe do que se trata eu explico. Eu e a Natália Morato do blog Garota Butterfly  criamos um projeto onde vamos ler um livro por semana (durante 5 semanas) e vamos fazer uma resenha aqui no blog. Mas eu tenho que ir pedindo desculpas pois não conseguir ler o livro da primeira semana, e já estamos na segunda e minha resenha está atrasada, maaas agora tudo vai voltar ao normal e eu continuarei com esse projeto.

FALA SÉRIO, ANA! Chega de enrolação e vai logo para a resenha!!


O tema dessa semana foi Ficção, e o livro que eu escolhi para ler foi o Simplesmente Ana da Marina Carvalho.
O livro conta a história da Ana Carina, uma mineira de 20 anos que mora em BH. Desde sempre morou com a mãe mas que acabou descobrindo quem era sem pai, e adivinhem ELE ERA UM REI! SIIM, Ana acaba descobrindo que é nada mais nada menos que uma princesa de um pequeno país europeu chamado Krósvia.
Ana deixa seus familiares, sua melhor amiga e seu amor no Brasil e  embarca em uma viagem para conhecer o país de seu recém descoberto pai, para conhecer país e viver uma verdadeira vida de princesa por alguns meses junto com seu pai, seus criados e Alex - enteado de seu pai. E é claro que a partir dai sua vida muda completamente!



Bom eu tenho uma relação um pouco complicada com esse livro, apesar de que em um momento eu acabei me envolvendo totalmente com a história (o que é ótimo), e ter gostado bastante da temática, tiveram muitas coisas que eu acabei não gostando, e é claro que vou contar tudo para vocês.
O início do livro é bastante direto, a autora acaba pulando para as partes importantes sem narrar aqueles acontecimentos que não fará diferença alguma na leitura, o que é ótimo para o andamento da história. O que me irritou um pouco foi o fato da personagem receber uma mensagem de um completo estranho na internet que diz ser seu pai, e simplesmente ir atrás dele. QUEM EM SàCONSCIÊNCIA FAZ ISSO?? Será que ninguém explicou para ela que é perigoso? (ps- isso não é spoiler).


Outras coisas que não me agradaram muito foi o fato do livro ser muito previsível, a história pode até ter me envolvido mas tinha muita coisa lá que estava na cara logo no início da leitura. O livro tem páginas amareladas e eu não vi nenhum problema com a diagramação, o tamanho na fonte é na medida, o que super facilita a leitura. O que eu achei bem fraquinho foi a escrita da autora, principalmente em alguns momentos, mas isso pode ser porque é o livro de estreia dela, mas como não li nenhum outro da Marina não posso confirmar nada. 

Por mais que tenha todos esses pontos negativos que eu citei, e por mais que a personagem tenha certos pensamentos clichês, que já vi em outros livros , e que me irritam - porém que acabo me identificando ( e bastante por sinal) -  essa história conseguiu arrancar de mim todo tipo de sentimento, e livros assim ganham bastante pontos comigo. Eu simplesmente AMO livros que me deixam: feliz, triste, irritada,  enfim...

Com tudo isso eu cheguei a conclusão de que apesar de vários pontos negativos, eles não foram um empecilho para que eu gostasse do livro e que se eu fosse dar uma nota, ela provavelmente seria 3.


Eu espero muuito que vocês tenham gostado, deixem nos comentários o que achou.

PS-  Essa provavelmente é a resenha mais confusa que já vi em toda minha vida haha, mas eu prometo melhorar!


You Might Also Like

3 comentários

Facebook